Saudades Imensas - parte 1

Sabe quando você se depara com alguém perguntando se você tem feito algo que fazia muito e fazia bem e bate aquela saudade, aquela visão do tempo que passou e vocês não realizou mais a tal atividade? Tô falando daquela receita que você fazia quando casou, ou aquela arte que ensinava pras amigas e vizinhas que era linda e dava super certo... aquele jeito no cabelo, aquele tricô, aqueles bordadinhos perfeeeitos que a família fazia fila de espera pra ganhar um exemplar... essas coisas que a gente faz por um tempo e depois acaba deixando de lado por um ou outro motivo...

Nesta semana alguém me perguntou : "Ana, aonde encontro tuas pinturas em tecido para comprar, (tuas pinturas passam uma PAZ, uma esperança...)!?"  e me deparei com uma visão dessas...
Tem uma música que cantamos sempre que diz: "Quero trazer à memória, aquilo que me dá esperança..." que é uma passagem bíblica e no momento desta pergunta me peguei pensando nisso: 
Onde ficaram as minhas pinturas? Por qual (quais) motivos parei de pintar em tecidos e em tela, minhas artes que amava fazer enquanto estava na faculdade, aquelas com suportes variados, com sentimentos especiais... e a decisão foi: RESGATAR essas memórias e voltar a praticá-las, voltar a artesaniar. O que acham? Posso compartilhar aqui a cada arte feita.

Seguem algumas que fiz para vocês conhecerem.








Aqui tem a música que citei no início do post.

Beijinhos especiais. Até breve, gente linda!

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário